subscrever o vídeo do dia aeiou:
subscrição efectuada.
  • sandy e junior – love never fails

    teste
    FAVORITO
    4.00/51
    Partilha no teu site ou blog:

    Em 14 anos de carreira, Sandy & Júnior já alcançaram a incrível marca de 13 milhões de discos. Uma média de 1 milhão de discos por ano. Desde o primeiro álbum, a dupla já se destacava entre os demais grupos infantis e era tida como promessa no futuro. Cada álbum lançado, a dupla vendia mais, e engraçado que a dupla mudava o estilo várias vezes. A fase totalmente “Country” durou apenas 2 anos, Sandy e Júnior cresceram e já no terceiro álbum já mostravam o que iria influenciar muito na carreira da dupla eram regravações e versões de ídolos da música mundial. Músicas como “Tô ligado em Você”, “Como um Flash”, “Etc.. e tal”, “No Fundo do Coração”, “Com Você”, “Imortal”, “Como eu te Amo”, “Em Cada Sonho”, “Inesquecível”, “Não Ter”, são algumas das regravações que marcaram do início até os dias atuais a carreira da dupla. Em 1995, Sandy & Júnior inauguram uma nova fase, mais despojada e dando um quase adeus a influencia country dos pais, a dupla, vinha com roupagem e estilo musical mais modernos, o que indicava que a dupla estava atenta com as mudanças no cenário musical. Em 1998, uma nova fase na carreira da dupla, o Romantismo, tanto nas músicas como na maneira de ser da dupla. A fase romântica rendeu ótimos frutos a dupla, foi no início desta fase que a dupla se consagrou e confirmou o sucesso no Brasil inteiro com “Em Cada Sonho” e respectivamente com “No Fundo do Coração”. Em 1999, a dupla se firmou ainda mais e lançou “As Quatro Estações” que sem dúvida o mais romântico álbum da carreira da dupla, nesse álbum foi em que Júnior surpreendeu aos fãs e calou a boca da imprensa na interpretação de “Aprender a Amar” e Sandy confirmou o que já se esperava, era a melhor cantora do Brasil, as interpretações de “Olha o que o amor te faz”, “Imortal” e “Sua estrela sou eu” deixam isso claro. Mas a dupla estava amadurando e cada vez ‘magnata’ foi investindo cada vez mais na gravação de seus álbuns, os melhores compositores, os melhores músicos, foram contratados por Sandy e Junior, garantindo assim uma qualidade impecável para a surpreendente “A lenda”, que estouro no Brasil e no exterior e deixarão claro quem eram dos donos do pedaço. Em 2001, a dupla veio renovada, mas moderna, mais pop, a dupla veio mais “Sandy e Junior”. Dai a ídeia do nome do albúm, o cd tava a cara da dupla do início ao fim, arranjos pra lá de diferentes e versões moderníssimas como “Chuva de Prata” traziam a dupla pra um novo estilo musical: o PopRock. Mas o que surpreendeu os fãs e fez eles delirarem foi a composição da dupla “Não dá pra não pensar”, o ritmo romântico-dançante dessa canção fez os fãs da dupla ficarem apaixonados ainda mais pelo trabalho da dupla. Além de “Não dá pra não pensar” a dupla compôs “Adeus” e Sandy ao lado de Diane Waren, compositora reconhecida mundialmente, compôs “Me leve com Você” e “A estrela que mais brilhar”. Em 2002, a dupla não parou de investir e partiu para uma carreira internacional, a dupla chegou a gravar cerca de 25 canções, entre elas, originais, versões em inglês, francês e espanhol e no fim deste a no lançou um cd ao vivo com canções dessa nova fase, em 2003 a dupla não parou investiu mais e entrou numa linha ainda mais pop e mostrando as suas ideías e convicções no álbum que chama “Identidade”

  • portal aeiou.pt

    Chat Bla Bla

    mail grátis aeiou    zap aeiou

  • Área Pessoal