subscrever o vídeo do dia aeiou:
subscrição efectuada.
  • Depois da carta, a música! Demissão de Vítor Gaspar inspira Vasco Palmeirim

    teste
    FAVORITO
    4.00/51
    Partilha no teu site ou blog:

    Já é conhecida a capacidade de improviso da equipa das manhãs da Rádio Comercial perante a actualidade do país, e a demissão de Vítor Gaspar não foi excepção. Em menos de 24 horas após ser conhecida a saída do ministro das Finanças do Governo, Vasco Palmeirim assinala o sucedido com uma música que dá pelo nome de ”Vivi dos 741 dias” – aludindo ao número exacto de dias que Gaspar ocupou o cargo -, uma versão de ”Nini dos Meus 15 Anos”, de Paulo de Carvalho.

    Veja de seguida a letra:

    «Chamava se Vivi
    Tinha ar de zombie
    E cobrava

    (Coro: cobrava)

    Falava ao país
    E eu ficava infeliz
    E chorava

    (Coro: chorava)

    Mas num Verão o Vivi disse “basta”
    Não quis mais aquela pasta
    Já não dava mesmo mais para adiar
    Sofreu de erosão
    Diz que dá comichão
    Talvez o halibut ajude a aliviar.

    Abriu o coração
    Numa carta ao patrão
    Que chorava

    (Coro: chorava)

    O patrão pouco depois
    pôs o Paulo a número 2
    e o Paulo…dançava

    (Coro: dançava)

    E para sempre recordo o seu falar
    Deveras devagar
    741 dias no poder.

    Pacotes e orçamentos
    Discursos sonolentos
    E uns papos nos olhos que não paravam de crescer!

    Arriscou previsões
    Como eu no Euromilhões
    Não acertou nada
    E um homem desmoraliza, é sempre assim…
    Vivi não cobra mais a mim.

    Lá lá lá lá lá

    E para sempre recordo aquele rosto
    Enquanto aumenta imposto
    741 dias a pagar.

    Disse que houve pouco investimento
    Porque choveu e soprou um vento
    E no Borda d’Água nao estava nada a avisar.

    Arriscou previsões
    Como eu no Euromilhões
    Não acertou nada
    E um homem desmoraliza, é sempre assim…
    Vivi – teu tempo chegou ao fim.»

    Atualidade
  • Notícias em Destaque