subscrever o vídeo do dia aeiou:
subscrição efectuada.
  • Maite Schneider no Programa TABÚ – Mudança de Sexo- National Geographic – versão HD

    teste
    FAVORITO
    3.00/5
    Partilha no teu site ou blog:

    aite Schneider no Programa TABÚ – Mudança de Sexo- National Geographic – versão HD

    Também participam Joao Nery e a modelo Carol Marra.

    O que nos define como homens e mulheres? Desde pequenos, aprendemos a agir de acordo com a biologia do corpo em que nascemos e com regras rígidas estabelecidas pela sociedade.
    Mas o que fazer quando o que a alma sente é diferente desse corpo? O que acontece quando alguém com corpo feminino sonha em ter um corpo masculino ou quando uma pessoa de anatomia masculina quer assumir um papel de mulher? Pessoas sonham em trocar de identidade, mas será possível trocar de Sexo? Isto é… Tabu.

    Olhar no espelho e não se reconhecer, buscar incansavelmente uma explicação, enfrentar preconceito exacerbado, abandono da família e dos amigos, e falta de trabalho. Sentir-se um prisioneiro no próprio corpo faz com que muitos transexuais desesperados cometam loucuras, como a automutilação, antes mesmo de procurar ajuda médica.

    Eles enfrentam cirurgias para retirada e reconstrução total ou parcial daquilo que os define como homem ou mulher, muitas vezes em lugares sem a estrutura mínima necessária para realização de qualquer procedimento cirúrgico.

    Tabu Mudança de Sexo acompanha personagens de idades e lugares diferentes, em busca de um mesmo ideal: construir uma nova identidade. João, Maite e Carol tiveram infâncias solitárias, passaram por momentos difíceis, permeados por dramas familiares e fobia social.

    Desde muito novos percebiam que eram diferentes. Mas viviam em silêncio entre as dúvidas e o medo de negarem o próprio corpo.

    Transexualismo ou transexualidade? Um transtorno psiquiátrico ou simplesmente mais uma forma de viver o gênero? Como lutar quando a explosão de hormônios da adolescência entra em choque com o caminho definido pela sociedade como o correto a ser seguido? Estimativas mundiais apontam que um a cada trinta mil homens e uma mulher a cada cem mil são transexuais. Contudo, realizar a cirurgia é um assunto de grande complexidade.

    A cirurgia de readequação sexual pode trazer um grande alívio social para o paciente, mas requer muitos cuidados. Além de ser um procedimento irreversível e doloroso, o corpo passa por uma enorme transformação. São necessários, ainda, laudos de diversos profissionais que comprovem a necessidade da cirurgia.

    No entanto poderá a cirurgia acabar com o preconceito? Mudar a aparência, apagar registros e lembranças do passado, assumir uma nova identidade. A transexualidade não é uma questão de escolha, mas aos olhos da sociedade ainda é Tabu.

    Fale direto com Maite Schneider pelo email casadamaite@gmail.com
    Veja mais videos em http://www.casadamaite.com

Comentários

A preparar comentários...
  • portal aeiou.pt

    Chat Bla Bla

    mail grátis aeiou    zap aeiou

  • Área Pessoal