subscrever o vídeo do dia aeiou:
subscrição efectuada.
  • Ganso inicia recuperação no CEPRAF

    teste
    FAVORITO
    3.00/5
    Partilha no teu site ou blog:

    Dois dias após ter sido submetido a uma cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o meia do Santos Futebol Clube PH Ganso iniciou nesta segunda-feira (30) tratamento de fisioterapia no Cepraf (Centro de Excelência na Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol). O jogador sofreu entorse do joelho esquerdo no segundo tempo da partida contra o Grêmio, na quarta-feira (dia 25), no Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

    Demonstrando motivação, Ganso chegou ao Cepraf às 15h30 e logo iniciou o tratamento pós-operatório. Mesmo com tempo de recuperação estimado em seis meses, o atleta disse estar focado em retornar aos campos no início da próxima temporada.

    “Ninguém fica contente quando tem uma lesão. Mas eu estou me sentindo bem e vou me esforçar ao máximo para voltar na melhor condição possível. Desde que cheguei aqui no Cepraf, todos meus companheiros estão me dando muita força e isso vai me ajudar muito”, disse o atleta.

    O fisioterapeuta do Peixe, Avelino Buongermino, explicou que a fase inicial do tratamento tem como objetivo diminuir a inflamação, comum no período pós-cirurgico, além de trabalhar a mobilidade da perna gradativamente.

    “O joelho do Paulo Henrique apresentou pouco inchaço e pouca quantidade de derrame residual. Isso é um dos indicativos do sucesso da operação e da boa reação do organismo à cirurgia. Hoje, já removemos o enfaixamento cirúrgico e iniciamos trabalho estimulação de elétrica neuromuscular (despertar do quadríceps), exercícios ativos de tornozelo e pé, com elevação do membro para auxiliar na drenagem linfática, além da crioterapia (aplicação de gelo)”, disse o fisioterapeuta.

    O médico do Santos FC, Rodrigo Zogaib, que acompanhou a cirurgia realizada pelo médico ortopedista José Ricardo Pécora, ressaltou que o sucesso do procedimento realizado na articulação do jogador será fundamental para o retorno aos campos no tempo previsto.

    “No aspecto mecânico, a cirurgia foi um sucesso. O ligamento cruzado rompido foi reconstituído através do enxerto extraído do tendão semitendíneo, localizado na região posterior da coxa. Além disso reparamos uma lesão do menisco lateral, que era do tipo radial. Não houve nenhum tipo de problema e o procedimento foi realizado no tempo previsto (1 hora e 15 minutos)”, disse o médico.

Comentários

A preparar comentários...
  • portal aeiou.pt

    Chat Bla Bla

    mail grátis aeiou    zap aeiou

  • Área Pessoal