subscrever o vídeo do dia aeiou:
subscrição efectuada.
  • AVELOZ (Avelós) – Cura do câncer – Manipulação e preparação – HD

    teste
    FAVORITO
    3.00/5
    Partilha no teu site ou blog:

    IMPORTANTE:
    LEIA, ATENTAMENTE, ESTAS OBSERVAÇÕES, BUSQUE MAIS INFORMAÇÕES SOBRE TAL ASSUNTO, TIRE AS SUAS CONCLUSÕES E, SE ACHAR CONVENIENTE, UTILIZE-A COM MUITA PARCIMÔNIA

    DEUS NOS DEUS A VIDA E OS MEIOS PARA QUE POSSAMOS NOS CUIDAR.
    QUE DEUS ABENÇOE A TODOS OS QUE BUSCAM A SUA CURA!!!

    Quero deixar bem claro que este vídeo não objetiva a indução nem a medicação, também não estou receitando nada, apenas indicando uma forma segura de se fazer a manipulação desta planta, assim como também deixo claro os perigos com o seu manuseio.
    Esclareço também que deve-se sempre buscar a orientação de um profissional da área.
    Muitas pessoas estão utilizando esta planta e pagando caro por extratos que podem ser feitos pela própria pessoa minimizando o seu alto custo.
    Ainda sobre tantas precauções, é necessário que a pessoa busque informações mais consistentes para se saber exatamente o que está se fazendo.
    Abaixo deixarei a forma como muitas pessoas a estão utilizando com sucesso extraordinário, entretanto faz-se necessário muito mais informações do que aqui exponho pela pela limitação de espaço:
    Propriedades terapêuticas do Aveloz:
    Antiasmática, anticarcinogênica, antiespasmódicas, antibiótica, antibacteriana, antivirótica, fungicida e expectorante.
    O aveloz tem efeito sobre vários tipos de câncer: próstata, uretra, bexiga, útero, intestino, esôfago, cordas vocais, leucemia, mama, pele e pulmão, entre outros. É UM PODEROSO ANALGÉSICO, CICATRIZANTE E ANTI-HEMORRÁGICO. Com o seu uso, no mínimo, ele estaciona a doença, e elimina as dores, nos casos irreversíveis.

    A CURA CONTRA O CÂNCER.

    AVELOZ- A planta que salva!

    Após ser retirada a seiva do aveloz, o látex deve ser misturado em uma quantidade 200 mls de líquido (por dose).
    Obs.: Quantidade excessiva pode coagular o sangue.

    Tome sempre antes das refeições!

    A utilização profilática (preventiva) pode provocar intoxicação e até o desenvolvimento de tumores.

    1ª semana: Tomar 03 gotas, divididas em 03 vezes ao dia – café da manhã, almoço e jantar.
    2ª semana: Tomar 06 gotas, divididas em 03 vezes ao dia – café da manhã, almoço e jantar.
    3ª semana: Tomar 09 gotas, divididas em 03 vezes ao dia – café da manhã, almoço e jantar.
    4ª semana: Tomar 12 gotas, divididas em 03 vezes ao dia – café da manhã, almoço e jantar.
    Após 4ª semana: Manter as dosagens até a efetivação da cura.

    Obs.: Será, na dosagem de uma gota, na primeira semana por dose;
    Duas gotas para a segunda semana;
    Três gostas para a terceira semana;
    Quatro gotas para a quarta semana e até a cura completa.

    (Existem pessoas que estão se estendendo e mantendo até seis gostas por dose).

    SERÁ BOM TER UM ACOMPANHAMENTO MÉDICO PARA SE FICAR MONITORANDO – ATRAVÉS DE EXAMES – A REGRESSÃO DO QUADRO.

    Obs.: Sempre tomar a sua seiva bem diluídas em água (ou outro líquido de sua preferência).
    Dilua bem em bastante líquido para evitar a sua causticidade *(evita-se com isto queimaduras da garganta, esôfago e partes internas da boca).
    A mistura deve se preparada pela manhã, misturando 600 ml de água com as gotinhas – tome parte deste liquido após o café, outra parte após o almoço e o restante após o jantar).

    Lembrando que o aveloz é toxico e que se não for bem diluído, pode causar queimação nas paredes estomacal, ardência no esôfago, garganta e interior da boca.
    O látex é cáustico e pode provocar cegueira momentânea ou permanente.
    Não faça uso de bebidas alcoólicas enquanto estiver utilizando o Aveloz.

Comentários

A preparar comentários...
  • portal aeiou.pt

    Chat Bla Bla

    mail grátis aeiou    zap aeiou

  • Área Pessoal